CLASSE, IDENTIDADE E ESTRATIFICAÇÃO SOCIAL: CONTRIBUIÇÕES CONCEITUAIS E METODOLÓGICAS DOS CLÁSSICOS DA SOCIOLOGIA PARA O ESTUDO DAS ELITES POLÍTICAS.

Autores

  • Pratti Centro de Estudos em Democracia e Instituições Políticas (CEDIP/UFES)

Resumo

Este trabalho tem por objetivo revisar conceitualmente e metodologicamente as obras de Marx,
Weber, Durkheim e Simmel, analisando as contribuições desses autores para o estudo das elites
políticas. Primeiro, iremos esboçar a metodologia de análise da sociedade desses autores. Em
seguida, abordaremos as noções de classe, identidade e estratificação social concebidas pelos
mesmos. A formação da elite está ligada a formação do poder da classe, principalmente com o
advento da formação do Estado Nação. O trabalho consiste mais em um esforço de compreender os
clássicos da sociologia, do que nas definições das categorias sobre elites políticas.
Palavras-chaves: Classe. Identidade. Estratificação. Elite Política.

Biografia do Autor

Pratti, Centro de Estudos em Democracia e Instituições Políticas (CEDIP/UFES)

A autora é doutora em Sociologia Política pela Universidade Estadual do Norte Fluminense (UENF),
Mestre em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Espírito Santo e pesquisadora do Centro
de Estudos em Democracia e Instituições Políticas (CEDIP/UFES)

Publicado

26/05/2020